C   redit
Sou muito sexy, só que não.
Não sei o nome disso que estamos sentindo um pelo outro.
Gabito Nunes   
Se o Senhor me atender, eu te adoro. Mas se não me atender, te adoro também. Se eu casar, louvado seja Deus. Se não, que meu louvor flua do mesmo jeito. Se eu chegar à profissão dos meus sonhos, Pai, te amo. Mas se Você fechar as portas, ainda te amo. Se tudo for como planejei, Você é Deus. E continuará sendo, por mais que tudo dê “errado”… Eu tô contigo por amor, e não pelas bênçãos. Meus sonhos são Teus, e minhas expectativas também. E se eles morrerem, eis-me aqui. Também serei sempre tua.
É que eu amo até o seu nome.
Porque eu gosto de quem presta atenção em mim. De quem não desiste de me descobrir. De quem se entrega. Sempre.
Clarissa Corrêa.  
Eu queria alguém que quando eu mentisse dizendo que estou bem, me olhasse no fundo dos meus olhos e falasse: Eu sei que não está, mas não se preocupe que eu vou cuidar de você.
Sou forte. Meio doce e meio ácida. Em alguns dias acho que sou fraca. E boba. Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas. Aí penso que não sou tão forte assim e começo a olhar pra mim. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana. Sou manhosa. Sou assim. Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez. Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente. E quero continuar errando, pois jamais serei perfeita (ainda bem!). Tampouco quero ser comum e normal. Quero ser simplesmente eu. Quero rir, sorrir e chorar. Sentir friozinho na barriga, nó no peito, tremedeira nas pernas. Sentir que as coisas funcionam e que tenho que trocar de jeito quando insisto em algo que não dá resultado. Quero aprender e, ainda assim, continuar criança. Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz. Quero sentir cheiro de grama cortada e café passado. Cheiro de chuva, de flor, cheiro de vida. Aprecio as coisas simples e quero continuar descomplicando o que parece complicado. Se der pra resolver, vamos lá! Se não dá, deixa pra lá. A vida não é complicada e nem difícil, tudo depende de como a gente encara e se impõe. Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. Não quero saber tudo e nem ser racional. Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra: meu coração. E essa é a melhor parte de mim.
Clarissa Corrêa. 
Você se cansa de amores incompletos, de amores platônicos, de falta de amor, de excesso disso e daquilo. Se cansa do “apesar de”. Se cansa do rabo entre as pernas, da sensação de estar sendo prejudicado, se cansa do “a vida é assim mesmo”. Você se cansa de esperar, de rezar, de aguardar, de ter esperanças, cansa do frio na barriga, cansa da falta de sono. Você se cansa da hipocrisia, da falsidade, da ameaça constante, se cansa da estupidez, da apatia, da angústia, da insatisfação, da injustiça, do frenei, da busca impossível e infinita de algo que não sabe o que é. Se cansa da sensação de não poder parar.
PC Siqueira.